Boazinha OU Paspalhona?

Hoje eu estava esperando na fila do banco, dos caixas eletrônicos. Eis que uma mulher furou a fila... Mas não por querer, ela não viu mesmo que eu estava na frente dela. Mas tudo bem... eu não estava com pressa. 

Confesso que meu primeiro pensamento foi: Bah, mas que cara-de-pau, a mulher furando a fila! Mas aí, quando eu vi que foi sem maldade...fiquei relax. Que ela passasse na minha frente, não ia me fazer mal.

E lembrei de uma pá de pessoas que se estressariam horrores porque a tal da mulher passou na frente. E que me achariam boba por tê-la deixado passar na minha frente. E isso me fez pensar em como as pessoas costumam tirar quem é boa praça, "bonzinho" e relax, para paspalhão, abobado e ingênuo. 


Não que eu seja tão boa samaritana assim, tão boazinha. Mas já fui simpática e amável e fui tirada para bobalhona, já demoraram mil anos para entregar meu prato em restaurante, anos para me atender em uma loja. Tudo porque quando o pessoal do estabelecimento vinha falar comigo, eu estava com um sorriso no rosto dizendo "Ok, eu espero, não tem problema". Mas isso não queria dizer que era para atenderem TODAS AS MESAS que chegaram até depois de mim, antes de mim. Claro, a paspalhona tava lá tranquila... demonstrando que não ia engrossar. Ah, então, ela sim, pode esperar mais um monte um pouquinho. 


E o que me deixa mais triste é que eu já tentei resolver uma coisa (que não lembro o quê), de uma forma simpática, educada - que não resolveu. Só foi resolvido quando veio alguém mais ríspido em meu lugar. 
Por quê? Por quê não agilizar as coisas para alguém que tá ali, de boa fé, amigável?

Mas quer saber? Eu não vou começar a ser grossa só por causa disso. Isso só vai ser revertido em stress pra mim... quem vai sentir a raiva vou ser eu, e não a pessoa que furou a fila. Então, logo, a maior prejudicada vou ser eu, então...
Relax!

(a salvo nos meus dias de T.P.M....... )

Boa semana!!!!